ENQUANTO UNS PASSEIAM DE FERRARI,
OUTROS ESPERAM NA FILA DA POSTO.
PRESSIONE PELA CPI DA SAÚDE!
O Ministério Público e a Polícia Federal investigam desvios de recursos da saúde de Campinas! Em uma operação no dia 30/11/2017, foram executados 33 mandados de apreensão e busca em sete cidades de SP, incluindo Campinas. Aqui, os mandados foram no Hospital Ouro Verde, na Prefeitura e no condomínio Alphaville. Uma pessoa foi presa no dia, apreendida até com Ferrari e BMW!
Fernando Franco, ligado à organização da OS Vitale (gestora do Ouro Verde), foi preso! Na casa de Anésio Corat Júnior, Diretor da Secretaria de Saúde de Campinas, foram apreendidos R$ 1,2 milhões. Hoje, ele está preso. Onde há fumaça, há fogo e esse fogo está atacando as vidas de todos os usuários da saúde de Campinas!
O próprio promotor do caso admitiu indícios de participação do alto escalão da Prefeitura. Tanto que o ex-Secretário de Assuntos Jurídicos Silvio Bernardin, o braço direito do Prefeito Jonas (PSB), está preso.
A saúde de Campinas vem sofrendo há anos! São falta de medicamentos, de médicos, de tempo para atender a população, de equipamentos e por aí vai. O próprio Hospital Ouro Verde vem tendo uma série de paralisações por falta de pagamentos da sua ex-administradora: a OS Vitale. A Prefeitura inclusive adiantou recursos para pagar os trabalhadores.
Isso não pode ficar assim! Precisamos exigir dos vereadores que cumpram sua função: fiscalizar o Executivo. É para isso que servem as Comissões Parlamentares de Inquérito, as famosas CPIs. A população não pode ficar na fila do SUS enquanto poucos se aproveitam para andar de Ferrari por aí. Por isso, mais de 3 mil emails de campineiras e campineiros foram enviados aos vereadores, pedindo a CPI, com outdoor, muros denunciando os vereadores e canção na Câmara!
Entretanto, só depois da prisão do ex-secretário, os vereadores finalmente resolveram agir e resolveram abrir uma Comissão Processante! Ela vai investigar se houve omissão do Prefeito Jonas (PSB) no escândalo de corrupção do Ouro Verde. Estamos acompanhando de perto os desdobramentos dessa comissão. CLIQUE AO LADO E ACOMPANHE COM A GENTE!

ACOMPANHE A COMISSÃO PROCESSANTE COM A GENTE

0 Pessoas acompanhando a CP com a gente!
BOCA NO TROMBONE
Primeiro, colamos 25 lambes num muro em frente à Câmara Municipal de Vereadores mostrando a cara de todos que ainda não assinaram a abertura da CPI da Saúde. Em poucas horas, alguém foi lá e retirou todos os nossos cartazes. Lembrando que nos comprometemos em pintar o muro depois da ação.
Depois, contratamos uma empresa de outdoor para expor os vereadores. A empresa colou e, 24 horas depois, retirou o outdoor sem dar maiores justificativas. Contactamos mais 4 empresas e todas estão se negando a prestar esse serviço.
Já que tá todo mundo se negando a prestar esse serviço, vamos nós mesmos colocar a boca no trombone! Você tem um muro pra gente colar lambe? Um lugar pra gente pendurar uma faixa? Fala pra gente!
Se você quiser fazer com as próprias mãos, clique nesse botão e acesse vários materiais pra você compartilhar, imprimir e divulgar nossa mobilização, pressionando os vereadores a assinarem a abertura da CPI da Saúde. Clique e bote a sua boca no trombone também!
COMO SE POSICIONARAM OS VEREADORES...
Quem assinou/não se posicionou/não assinou a CPI da Saúde antes da abertura da Comissão Processante!
RELEMBRE
DOE PARA CONTINUARMOS MOBILIZANDO EM 2019
Para colocar a CPI da Saúde no ar e manter a galera mobilizada, a equipe da Minha Campinas estuda o assunto, com reuniões semanais de planejamento e estratégia, acompanha a imprensa, Diário Oficial, a investigação do Ministério Público, a Prefeitura e a Câmara de Vereadores. Criamos e mantemos o site, nos comunicamos regularmente com as pessoas que participam da mobilização. Publicamos memes e vídeos nas redes sociais para continuar denunciando e chamando mais pessoas a participarem dessa causa.
PRA VOCÊ TER IDEIA DE QUANTO CUSTA PARA FAZER UM MURO COM LAMBES
A Minha Campinas é uma rede de pessoas preocupadas na construção de um processo de tomadas de decisão de interesse público mais participativo na cidade. Não podemos ficar parados diante de uma situação tão ultrajante quanto essa com a nossa saúde. Nossos representantes precisam fiscalizar essa situação!